Destaque da Semana

Revenda Semi Joias em Consignação

 A Meu Visual Joias e Semi Joias oferece a você uma grande oportunidade de negócio!!! Você deve estar se perguntando: "O qu...

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

A Tornozeleira e sua História

Tornozeleira é a jóia que as mulheres usam na altura da canela, bonitas por si, mas que também podem fazer seus sapatos um pouco mais atraentes.

 Elas são de ouro, prata, bronze, couro, nylon, plástico, com pedras preciosas ou não. Seja como for elas continuam sendo um acessório com um charme especial e sedutor!
Elas continuam seduzindo e encantando, trazendo a atenção para os nossos pezinhos e pra quem gosta, uma ótima notícia:  elas estão em Alta! :)


Sempre fui apaixonada por tornozeleiras. Acho elas encantadoras e muito femininas, mas nunca soube nada a respeito de sua origem. Eu imaginava que teriam surgido na Índia a princípio e assim é que foram se espalhando pelo Oriente.
Além do mundo árabe, as mulheres do Egito também utilizam esse ornamento que é mais utilizado com frequência na Índia, geralmente por mulheres casadas, juntamente com o Anel de dedo do pé, ou em casamentos, para complementarem a ornamentação da noiva vestida de saris.
Aqui no Brasil, nós vemos as tornozeleiras usadas no verão, em praias, feitas por materiais rústicos, além daquelas preferidas por quem tem estilo alternativo, que são as indianas, normalmente de prata. 




Payal, chamado “pattelu” em Telugu é uma parte importantíssima nos ornamentos da noiva na India. Tradicionalmente, a noiva nova anuncia sua entrada na casa do seu marido com tilintar do payal. Na maior parte, os indianos preferem usar payal feito da prata, porque o ouro é considerado o metal dos deuses (O Ouro representa a Deusa LAKSHMI), por isso, o povo da India, considera desrespeitoso utilizar o Ouro nesta parte do corpo.

--> Medida ideal da Tornozeleira (Anklet):
Idealmente, um anklet precisa de ser pelo menos duas ou três polegadas maior do que o tamanho do tornozelo, de modo que os grânulos, sinos e a outra direita da queda dos enfeites sob o osso do tornozelo. Mas por outro lado, há umas exceções, dependendo do equipamento ou dos calçados devem combinar com e o nível do conforto do portador.

HISTÓRIA DA TORNOZELEIRA:
O acessório era bastante utilizado em tempos antigos no Oriente Médio para que desse mais feminilidade ao andar das mulheres. Teriam por vezes uma corrente ligando tornozeleiras em ambos os pés, para dar um efeito de passos curtos, o que seria considerado mais delicado, e assim feminino. 

Foram encontrados tesouros com peças deste tipo nas proximidades do Rio Danúbio, com idade de até c. 1800 aC, atribuídos aos povos Tumulus.

Um conto épico da primeira literatura Tamil, é chamado  Cilappatikaram, que seria "A história da tornozeleira", que fala sobre uma mulher que teve o marido morto, depois que este tentou vender uma de suas tornozeleiras a um ourives desonesto. A tornozeleira tão falada é descrita com detalhes no poema. :)

As de metal pode ser flexíveis e inflexíveis.  As flexíveis são muitas vezes chamaddas de Paayal, Pajeb, ou Jhanjhar na Índia.

Ghunghru são os pequenos sininhos que dão aquele toque sonoro das tão famosas amiguinhas e que trazem mais graça quando usados na dança. 

LEIA TAMBÉM:
*  Seja Um(a) Consultor(a) Meu Visual - 100% CONSIGNADO
* Oversized - Maxi Pérolas
* Super Trend: Xadrez Tartan no Inverno 2014 






Nenhum comentário:

Postar um comentário